comidinha boa

4.10.06 ·
Restaurante Mineiro
Em S. Paulo há comida de todo o mundo. Já passei por japoneses, italianos, árabes e brasileiros, naturalmente. Ontem pela segunda vez jantámos no Mineiro onde servem pratos de Minas Gerais. O cardápio (não é cá lista ou menú) apresenta iguarias "pesadotas" para o jantar mas o Espírito de Minas cai bem a qualquer hora! É a água ardente que usam em Minas para as caipirinhas... A acompanhar, pastel de carne de sol.

Pinha
No Mercadão experimentei a pinha, que alcunhei de prima da anona, mas uma prima muito melhor, a prima por excelência.

pipoca em S. Paulo
Pela rua proliferam os carrinhos de bala, salgadinho e pipoca. Estas últimas por serem indústriais ficam estranhamente lisas, sem a forma de flor, tão mais engraçada.

Água de coco
Provei finalmente a tão mitica àgua de coco, mas sobre esta prefiro falar depois de a beber de novo no Rio de Janeiro, com mais calor. Não gostei, mas será que posso dizer isto?...

6 comentários:

  1. Que engraçado, este ano, na Festa do Avante, havia umas tendas a vender caipirinhas, caipiroscas e água de coco... Para esta última, uma fila enorme, carradas de gente a querer experimentar esse sonho de frescura tão propagandeado nas novelas... Aí, uma mãe e uma filha. Depois de experimentarem, a filha ficou com cara de tola e a mãe dizia-lhe «Que horror...! Não gosto nada, pagámos ? por isto...»
    Não me admira que não tenhas achado piada... quando se tem uma grande expectativa...
    Beijinhos,
    Rita

    ResponderEliminar
  2. sandera22:37

    Ia jurar que era um Anôna juroooooooooooo, mas se me dizes que há uma prima de anôna bem mais saborosa, só me pergunto porque não apanho eu 1 avião neste instante????

    Mais uma vez um post maravilhoso, cheio de cores que trazem sabores e juro que cheirei a caipirinha... comágua na boca fiquei de certeza!!!


    beijos

    ResponderEliminar
  3. Anónimo21:53

    Ainda estas férias qdo me encontrava de féria aí no Brasil, também não resisti à tentação de provar... confesso que foi uma desilusão... Não gostei nada!

    ResponderEliminar
  4. que coisas boas!!! não deixes de provar as maravilhosas empadinhas...

    ResponderEliminar
  5. voltei pro rio, e vc, aonde está?

    ResponderEliminar
  6. Pesquisava sobre a pinha e encontrei seu blog...
    Desculpe a intromissão, mas preciso defender a água de coco!
    Talvez porque eu seja brasileira. Enfim...
    A água tem variações, do bastante doce ao sem doce nenhum, é necessário tomá-la várias vezes para decidir qual se gosta mais. Com o tempo aprende-se a distinguir entre uma e outra.
    Eu resolvi escrever aqui porque isso é novidade para mim, achava que a água de coco era quase uma unanimidade, vejam só como se trata de cultura mesmo...
    Eu, por exemplo, só beberia isso, se pudesse!
    Até.

    ResponderEliminar