um mês!

17.4.08 ·

Este pezinho já tem um mês! Ao que consta é grande. Sai ao pai porque o meu é um banal 36.

De facto o tempo corre(!) e não há dúvida que durante estes primeiros tempos a mãe, principalmente, fica um pouco (ou muito) alienada do mundo lá de fora e de quase todos os assuntos além bébé. As conversas dos demais como que entram e saem pelos ouvidos sem que muita filtragem se faça. Acho que nos tornamos um bocadinho anti sociais... A minha mãe sempre disse que no primeiro mês não se vive, eu reescrevo dizendo que no primeiro mês vivemos num ninho muito particular do qual dificilmente saimos. Por mais passeios que dê para arejar, o relógio está permanentemente em contagem decrescente e às tantas só apetece regressar "não vá a miúda ter fome mais cedo". Pior é quando tem fome mais tarde e ficamos literalmente à espera que a donzela acorde.

Os períodos de sono são bons, tanto para ela como para mim que consigo fazer um post de vez em quando, ver os mails (quase todos os dias) e tratar de algumas lides domésticas. Neste ponto a diferença mais significativa prende-se com a lavagem de roupa. Já dei comigo a pensar que agora vivo numa lavandaria e que se só com um mini bébé as máquinas são sem conta, imagino com três crianças! É inacreditável a quantidade de roupa que um bébé suja e com ela a nossa também. Dei-me conta que para sair de casa não é só o bébé que precisa de levar muda, eu também preciso e vai na volta o pai também.

Amanhã é dia de pediatra e estou muito curiosa para saber quantos centímetros se contam agora. De certeza que já vai no meio metro de gente porque à nascença só lhe faltava um para tal. Também estou curiosa com o peso porque desde a primeira consulta que confiei apenas nos meus braços e roupa (um bocadinho baldas neste aspecto :P). Cá para mim a fralda 1 vai passar à história não fosse a miúda uma comilona - ou bem falando, de bom alimento. Já na barriga o médico dizia que ela gostava mais de comer que eu, mas vendo bem as coisas, se não fosse eu certinha no alimento como poderia o resultado ser tão perfeito? :D

Estou há séculos a escrever este post, ela sossega ali ao lado num sono apenas audível por alguns suspiros. Não costumo ficar a observá-la enquanto dorme, mas quando acorda não me canso de pensar que a natureza é incrível e que é quase inacreditável o nascer de um bébé (assim como o meu :).

Acordou.


p.s. Post escrito ao meio dia e reescrito ou terminado às 19h com ela a dormir

6 comentários:

  1. A natureza é de facto fascinante! Disfruta bem da tua menina! Saboreia bem todos os momentos! Ter um bebé é um turbilhão de emoções que nunca mais acabam... é para sempre!!!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Olá Ana!
    Sou namorado da Margarida, irmã do seu marido.
    Vim parabénizá-los por este momento tão feliz em suas vidas.
    Aproveitem cada segundo, pois como você mesmo disse, o tempo passa voando.
    Parabéns e muitas felicidades.

    Bjo!

    ResponderEliminar
  3. Anónimo15:54

    Muitos parabéns.
    Os dias e as semanas e os "mêsversários" ganham um destaque diferente.

    Eu espero que comeces a postar mais, gosto muito de te ler e de vos ver assim à mão de semear.


    bjs,

    sandera

    ResponderEliminar
  4. A ansiedade por essa consulta ao Pediatra era para mim uma espécia de teste ao meu desempenho: o leite alimenta, a pele está bem hidratada,...
    Como te entendo (e já sinto saudades...shiuuu)

    ResponderEliminar