Escala IV


As mãos crescem e as almofadas parece que diminuem. (I, II)
Do fim de semana destaco a tarde de ontem passada nos jardins da Gulbenkian onde, para além dos toldos de poemas, têm uns pufs que fazes as delícias dos miúdos. Perfeito. Não fosse a chuva, hoje tinha voltado.

4 comentários:

  1. oh pá tão linda...

    as almofadinhas naquelas mãozinhas são mesmo espectaculares...

    ResponderEliminar
  2. Anónimo11:33

    Realmente é impressionante como crescem depressa, nunca param de nos surpreender...pensar que a mão toda era mais pequena que a palma da mão! E não foi assim há tanto tempo! Se não fossem estas "Escalas", esqueciamo-nos de como eram pequeninos. Ah, e que almofadinhas tão giras : )

    Susi

    ResponderEliminar
  3. Anónimo12:59

    xi que diferençaaaaaaaaaaaaaaaaa
    parece um suspiro de moranguito!

    ;-.)


    sandera

    ResponderEliminar