Das férias - semana 1

lagoa-verde

lagoa-do-fogo
E agora chegou a minha vez de fazer um post sobre férias e previno para o facto de ser daqueles posts felizes e bonitinhos.
A primeira das duas semanas foi em S. Miguel, nos Açores. Nunca tinha ido ao arquipélago e fiquei maravilhada com aquele verde verdejante e alegre. As fotografias são postais dos mais fáceis que há mas não faz mal porque é mesmo assim.
Ficámos hospedados numa casa maravilhosa e muito bem localizada que aconselho vivamente. Fiquei fã dos bolos Lêvedos claro está, e impressionada com a quantidade de vacas que andam por todo o lado: no cruzameto mais impróvável eis que uma vaca pasta calmamente num pedaço de verde.

vacas

Assim resumido parece tudo deamasiado óbvio, até o facto de terem sido uma férias mesmo boas e normais porque não faltaram as birras pontuais da mais pequena e estreante viajante que apesar do ambiente diferente e hábitos também diferentes se ajustou muito bem. Nem no avião estranhou, o cúmulo foi no regresso que adormeceu apenas na aterragem. Depois de muito conviver com os vizinhos passageiros, aterrou literalmente com o avião, já corria a uma da manhã.

cha-gorreana-1

Fomos à Gorreana. O chá é feio o suficiente para se conseguir uma boa fotografia mas isso não lhe tira sabor nem cheiro algum. Dentro da fábrica é intenso o aroma a ervas e gostava imenso que existisse no mundo uma máquina de recolha de aromas, o que ali pairava dava post de certeza.

chá Gorreana

Ponta Delgada é definitivamente o ponto mais desinteressante da ilha. A loja de Artesanato admito que até teria potencial mas estava embebida do espírito de paragem do tempo, estagnação, falta de interesse, imaginação e criatividade. Cativava apenas porque quando estamos fora vemos muitas coisas que nem sequer imaginavamos que despertariam interesse no dia a dia.



A zona do vime, cestos e chapéus, era ao fundo, escondida e tudo se dispunha em prateleiras feias e tristes. Saí com um chapéu e um mini avental a dizer Açores para a miúda, só para ela saber que was there.



As praias são muito bonitas: sente-se o fim da ilha, as escarpas, a brutalidade mas também a beleza da natureza.

5 comentários:

  1. Lindo!

    Adorei o teu post e fiquei cheia de vontade de ir aos Açores (mais ainda).

    ResponderEliminar
  2. É verdade: é mesmo um verde verdejante e alegre! Sempre disse que o "verde" dos Açores é muito diferente do do Continente.
    A minha descrição de s. Miguel sempre foi: verde, vacas e hortênsias :)
    Olha que os bolos lêvedos vendem-se por cá (Corte inglês) e o chá gorreana também.

    ResponderEliminar
  3. S. Miguel é lindíssimo,deixa vontade de visitar todas as outras ilhas. Passei lá o verão passado e fiquei com vontade de regressar outra vez depois deste post...
    Obrigado pela dica da casa, parece muito bonita, vou guardar contacto para a próxima vez que visitar.
    Eu fiquei neste parque de campismo familiar:
    http://azorescamp.com/index.html
    (recomendo vivamente)
    como levei companhia canina fui de tendas "ás costas" á descoberta e sai-me muito bem.
    Fiquei também cerca de 2 semanas no parque de campismo do nordeste, das regiões mais bonitas da ilha.
    A cidade não me mereceu grande atenção se perdi lá 2 horas foi muito...Tenho algumas fotos no meu flikr convido-te a passar por lá e recordar... :)

    Bom fim de Verão

    ResponderEliminar
  4. Nunca fui aos Açores, mas fiquei ainda com mais vontade.
    :)

    ResponderEliminar
  5. são ilhas mágicas

    ResponderEliminar